Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

150 suíços "desaparecidos"

Expressões de solidariedade diante da embaixada americana na Suíça

(Keystone)

Na Suíça, famílias angustiadas tentam saber notícias de parentes que viviam ou trabalhavam em Manhattan e podem ter sido vítimas dos ataques terroristas de terça-feira. Telefone à disposição do público submergido por chamadas. Avaliados inicialmente em 700, os desaparecidos seriam agora cerca de 150.

Só no dia da catástrofe, telefone que o Ministério das Relações Exteriores colocou a disposição do público, recebeu 3 mil chamadas. Foi assim possível elaborar inicialmente uma lista de 700 pessoas. A cifra já diminuiu graças a contatos estabelecidos com suíços radicados nos Estados Unidos.

Dar o desconto

Responsável do governo pelo serviço de gerenciamento de crises, já havia relativizado a cifra "impressionante" de 700 pessoas. E com o trabalho das autoridades competentes foi possível determinar, por exemplo, já na terça-feira, que em um dos aviões desviados entre Boston e Los Angeles se encontrava um infeliz casal em viagem de núpcias. Mesmo com a recusa das duas empresas aéreas americanas, United Airlines e American Airlines, de publicar a lista dos passageiros das aeronaves utilizadas pelos terroristas.

Empresas menos atingidas

As empresas suíças instaladas nas torres gêmeas destruídas do World Trade Center (WTC) ou nos arredores conseguiram evacuar seu pessoal a tempo e não deploram vítimas. É o caso, p. ex., de Tememos Group (informática), com escritórios em 2 andares de uma das torres - 42° e 84°. Seus 58 empregados saíram em pânico pelas escadarias.

O banco Credit Suisse First Boston, instalado perto do WTC retirou todo seu pessoal (800 pessoas). Empresas importantes como UBS (banco), Swiss Re (resseguros), Novartis (químico-farmacêutica) e Swissair (aviação) tinham filiais no local do sinistro.

Há 20 mil suíços registrados no Consulado do país em Nova York.

Solidariedade

O n° de telefone colocado pelo Ministério suíço das Relações Exteriores à disposição do público para informação sobre parentes é + 41 - (0)31 / 322 27 62. A Swissair tem número semelhante: +41 - (0)1 / 253 48 95 .

swissinfo com agências

×