Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

7 disputam sede de Eurocopa

Estádio moderno de Basiléia

(Keystone Archive)

A atribuição da organização da Eurocopa de 2008 deve ocorrer em dezembro. Suíça e Áustria, que apresentaram candidatura comum, consideram-se favoritos. Mas podem se enganar...

Em dezembro, a UEFA, xerife do futebol europeu, deve decidir entre a candidaturas comuns de 4 países nórdicos (Suécia, Finlândia, Noruega e Dinamarca), Grécia e Turquia, Croácia e Bósnia Herzegovina, Suíça e Áustria e as individuais solicitadas pela Irlanda, Hungria e Rússia.

Apoio

Na terça-feira, em Zurique, Suíça e Áustria já deram uma amostra do trabalho realizado no sentido de garantir que os jogos da Eurocopa 2008 aconteçam nos 2 países. A candidatura conta com apoio dos governos respectivos. E segundo Thomas Helbing, chefe do projeto suíço do Comitê de Candidatura, Suíça e Áustria, não há motivo de temer os outros candidatos.

Mas lembrado certamente do fracasso de Sion (quando a Suíça achou que a organização dos Jogos Olímpicos de 2006 já estavam no papo, mas a cidade suíça perdeu para Turim), uma certa modéstia é de rigor. Referindo-se às diferentes candidaturas, o próprio Helbing disse também: "Estamos na mesma linha que nossos rivais".

O que o representante suíço mais receia é a candidatura grego-turca. Lembra que a Grécia e a Turquia "possuem estádios magníficos". Realça, porém, que o "caderno de encargos" da UEFA é muito rigoroso, em particular nos itens segurança e mídia. Nesses pontos, constata, suíços e austríacos são fortes.

Preocupação

Há, porém, um aspecto em que a Suíça tem motivo de inquietude: a capacidade de seus estádios, na maioria antiguados. Até o momento pode-se contar com um estádio super moderno, em Basiléia - o Sankt Jakob Stadion - que, no entanto, dispõe de apenas 35 mil lugares.

Genebra constrói também um moderno estádio, no âmbito de um complexo comercial, que ficará pronto dentro de um ano. Mas sua capacidade estará limitada a 30 mil lugares.

Resta Berna, onde no lugar do vetusto Wankdorf (onde se realizou jogos da Copa do Mundo de 1954), está sendo erigido também um novo estádio pra não se botar defeito. Ainda não se sabe se poderá acolher 40 mil pessoas.

Caso a resposta seja sim, será um trunfo a mais para a candidatura austro-suíça. A Suíça poderia organizar 15 partidas da Eurocopa 2008 e uma semifinal. A final seria no Prater, em Viena, capital austríaca.


Calendário

No sentido de colocar todos os trunfos de seu lado, a Suíça quer dar boa impressão ao organizar em junho a Eurocopa dos Sub-21 anos. Um sucesso pesaria a seu favor.

Mas até o fim do ano há todo um calendário que será determinante na atribuição da sede da Eurocopa-2008:

- entrega do dossiê da candidatura em 31 de maio
- visita de inspecção dos 2 países de 19 a 23 de agosto
- atribuição da Eurocopa por ocasião da reunião do Comitê Executivo da UEFA, em Nyon, sua sede (perto de Genebra), dias 12 e 13 de dezembro.

A decisão vai depender do voto dos 14 membros do Comitê.


Orçamento

Só o orçamento dos trabalhos preparatórios para a candidatura é de 5 milhões de francos suíços - € 3.3 milhões. Caso a UEFA escolha a Suíça e Áustria, o montante salta para 120 milhões de francos - € 81 milhões. Mas os lucros estão praticamente garantidos...

swissinfo com agências.


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×