Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

8 suíços no Mundial de Atletismo

Julien Fivaz (salto em extensão) é o suíço em melhor forma este ano.

(Keystone Archive)

O Campeonato Mundial de Atletismo que começa no final de semana, em Paris, terá a participação de 8 atletas suíços.

André Bucher vai defender o título nos 800 m, mas Julian Fivaz têm chances no salto em distância masculino.

Há mais de um mês que ele não fala com a imprensa e não pára de treinar. André Bucher correu ponto de um ano para cá devido uma fratura.

Pressão sobre Bucher

Nas últimas provas particulares de que participou, ele não venceu mas esteve em progressão constante este ano. Se não fala é para evitar a pressão. Campeão do mundo dos 800 m dois anos atrás, Bucher terá de defender o título mas, antes, terá de passar pelas séries da semifinal, dia 28.

Salto em distância

A bosa surpresa entre os suíços poderá ser Julien Fivaz, no salto em distância. Ele está em forma e já bateu o recorde suíço este ano saltando 8,27 m. Se chegar à final, Fivaz vai concorrer com o campeão cubano Ivan Pedroso, que considera como modelo.

Outros 6 atletas classificaram-se para o Mundial mas têm menos chances de medalha.

- Silvie Dufour está em 20° lugar mundial do heptatlo (100 m rasos, 200m, 800 m, salto em altura, salto em distância, peso e dardo). Ela reconhece que o seu ponto mais fraco é o salto em distância. Uma medalha vai ser muito difícil mas Dufour ainda pode subir alguns pontos na classificação mundial.

Maratona e 5 mil m

- Paris Anita Brägger, 31 anos, este será o terceiro campeonato mundial, sempre nos 800 m. Dois anos atrás, em Edmonton, ela chegou às semifinais mas este ano pode não chegar tão longe.

- Martin Stauffer (salto em altura) classificou-se com o limite mínimo de
2,27 m. As qualificações começam no sábado e somente os 12 melhores vão para a final.

- Viktor Roethlin (maratona), fisioterapeuta no centro de formação de atletas suíços em Macolin, é um especialista da maratona. Para o Mundial de Paris ele está treinando em altitude para aumentar a concentração de glóbulos vermelhos. A maratona será corrida no dia 30 e Roethlin pode obter uma boa classificação.

- Christian Belz (5 mil m), o mais jovens dos suíços no Mundial, costuma correr também os 3 mil com barreiras. Tinha marca para as duas provas mas preferiu inscrever-se somente nos 5 mil. Ele confessa que vai a Paris para aprender e que seu objetivo principal será os Jogos Olímpicos de Atenas, no ano que vem.

- Cédric el-Idrissi (400 m com barreiras) está em forma e já correu 6 vezes este ano em menos 50 segundos. As eliminatórias serão no dia 26 e ele pode chegar às semifinais (dia 27).

swissinfo

Breves

- Oito atletas suíços classificaram-se para o Mundial de Paris.

- André Bucher, campeão mundial dos 800 m, não está em grande forma.

- Julien Fivaz pode surpreender no salto em distância.

- Silvie Dufour (heptatlo) pode subir na classificação mundial.

- Viktor Rohethlin tem chance de boa classificação na maratona.

- Christian Belz (5 mil m) quer aprender para as Olimpíadas de 2004.

- Cédric el-Idrissi (400 m com barreiras) pode chegar à semifinal.

- Anita Brägger (800 m) e Martin Stauffer (salto em altura) têm poucas chances.

Aqui termina o infobox


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×