Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

A "última final" antes do próximo Mundial

O técnico Ottmar Hitzfeld: tenso e assediado pela mídia antes do jogo contra Israel.

(Keystone)

Invicta há seis partidas pelas eliminatórias, a seleção suíça de futebol precisa de apenas de um ponto diante de Israel, na noite desta quarta-feira, em Basileia, para se classificar à Copa do Mundo de 2010.

O técnico Ottmar Hitzfeld aposta na tática de que "a melhor defesa é o ataque". Na última rodada do Grupo 2, ele trava um duelo remoto com outro técnico alemão, Otto Rehhagel, da Grécia, que ainda tem chances de ultrapassar a Suíça.

Depois da derrota por 2 a 1 para Luxemburgo, há 13 meses em Zurique, Hitzfeld declarou que cada partida pelas eliminatórias era uma final. Sua equipe ganhou seis dessas finais e empatou uma, conquistando 19 de 21 pontos possíveis.

No jogo contra Israel, basta um empate para a classificação direta ao Mundial do próximo ano na África do Sul. "Mais uma partida para que o nosso sonho se torne realidade", diz o capitão Alex Frei.

Embora os suíços tenham derrotado duas vezes os gregos, se perderem esta noite para Israel e, ao mesmo tempo, a Grécia vencer Luxemburgo (o que parece óbvio), esta pode ficar em primeiro lugar no grupo e se classificar diretamente. A Suíça iria para a repescagem.

Um exemplo histórico mostra como os suíços não devem jogar hoje. Em novembro de 1991, sob o comando do alemão Uli Stielike, a equipe helvética precisava de apenas um ponto no último jogo contra a Romênia para se classificar à Eurocopa na Suécia. Jogou de forma muito defensiva, cometeu um erro no final e perdeu por 1 a 0.

Por isso, a ordem de Hitzfeld é atacar de forma controlada. "Não devemos deixar muito ao acaso. Nossa meta é abrir uma vantagem no placar." E o lateral-esquerdo Christoph Spycher acrescenta: "É perigoso tentar apenas defender durante 90 minutos. São poucas as equipes que dominam isso, por exemplo, a Itália."

Evitar a repescagem

A Suíça já passou por situações semelhantes à do jogo de hoje. Em 1993, precisava de uma vitória na última rodada de grupos para, depois de 28 anos, se classificar novamente para uma Copa do Mundo (EUA). Ganhou de 4 a 0 da Estônia.

Dois anos depois, antes da Eurocopa na Inglaterra, a situação era a mesma – e ela derrotou a Hungria por 3 a 0. A equipe repetiu o feito antes da Eurocopa 2004 em Portugal, quando venceu a Irlanda por 2 a 0.

Em 2005, os suíços foram para a repescagem e conseguiram se classificar para o Mundial na Alemanha em 2006. Mas a pancadaria provocada pelos turcos após o apito final do jogo de volta em Istambul causou punições e suspensões de jogadores das duas equipes.

Por isso, a seleção suíça quer evitar a repescagem. Se a retrospectiva tivesse algum peso, os suíços poderiam entrar em campo confiantes: há 41 anos eles não perdem um jogo para Israel.

Mas os israelenses também são capazes de surpreender. No primeiro jogo das atuais eliminatórias, empataram em 2 a 2 com a Suíça, em Tel-Aviv, depois de estarem perdendo por 2 a 0.

E mais: em 1993, a França ganhava por 2 a 1 sua última partida pelas eliminatórias ao Mundial nos EUA. Nos cinco minutos finais, tomou dois gols e foi eliminada por 3 a 2. O adversário era Israel.

swissinfo, Geraldo Hoffmann

Eliminatórias

Jogos desta quarta-feira na Europa pelas eliminatórias à Copa 2010:

Grupo 1
Dinamarca x Hungria
Portugal x Malta
Suécia x Albânia

Grupo 2
Suíça x Israel
Grécia x Luxemburgo
Letônia x Moldávia

Grupo 3
Polônia x Eslováquia
San Marino x Eslovênia
Rep. Tcheca x Irlanda do Norte

Grupo 4
Azerbaidjão x Rússia
Alemanha x Finlândia
Liechtenstein x País de Gales

Grupo 5
Bósnia-Herzegovina - Espanha
Turquia x Armênia
Estônia x Bélgica

Grupo 6
Andorra x Ucrânia
Cazaquistão x Croácia
Inglaterra x Belarus

Grupo 7
Lituânia x Sérvia
Romênia x Ilhas Faroê
França x Áustria

Grupo 8
Bulgária x Geórgia
Irlanda x Montenegro
Itália x Chipre

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×