Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

A descoberta do novo

Rogério, à direita, no ataque do FC Will.

(Keystone)

Rogério acaba de chegar a Suíça e diz que já está gostando.

« Por enquanto, o que mais sinto falta é de praia », afirma o atacante nascido em Santos e formado na Portuguesa Santista.

Depois de passar por dois meses de testes, Rogério assinou um contrato de três anos (até junho de 2006) com o FC Wil, da primeira divisão (Superliga) do futebol suíço.

Ele reconhece que não sabia nada da Suíça nem do futebol suíço e só veio parar aqui através de um empresário. « Não sabia nem que o Fabinho jogava aqui no Wil », exagera a atacante santista.

Técnico espera mais dos brasileiros

Sabia, no entanto, que a Suíça pode ser uma ponte para outros países e que isso já aconteceu com outros jogadores brasileiros -- como Elber e Sony Anderson – que jogaram na Suíça e depois brilharam na Alemanha, Espanha e França.

« Tenho três anos de contrato mas se aparecer outra proposta, tenho de pensar no que é melhor pra mim, se o clube concordar » , afirma Rogério.

Por enquanto, ele tem de se aplicar para manter-se como titular no Wil. « Além de traduzir tudo pra mim, o Fabinho me disse logo de cara que precisa ser muito sério nos treinos », explica o atacante.

Ele já percebeu também que o técnico espera mais dos brasileiros do que dos demais jogadores e vai ser preciso batalhar para não decepcionar.

swissinfo, Claudinê Gonçalves

Breves

- Nome: Rogério Luiz da Silva

- Nascimento: 12.06.1980 (Santos)

- Clube de formação: Portuguesa Santista

- No FC Wil desde 2003

- Altura e peso: 1,83 (73 kg)

Aqui termina o infobox


Links

×