Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

A economia mundial vai melhor, constata OCDE

O índice médio de crescimento dos países da Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico no ano de 2000 será de 4 por cento. A estimativa da OCDE, em novembro, era de 2,9 por cento. Expectativas melhores também para a Suíça: 2,8 por cento.

A OCDE, organização que reúne os países mais industrializados reviu suas estimativas sobre crescimento econômico neste ano. A situação apresenta-se bem melhor que em novembro quando previu crescimento geral de 2,9.

Para a Suíça, em seis meses, a previsão saltou de 1,8 para 2,8 por cento.

A organização era também um pouco menos otimista em relação a outros países. A expectativa em relação aos Estados Unidos passou de 3,1 a 4,9 por cento.

Na zona euro a média prevista de expansão econômica será de 3,5 por cento.
A Itália e Alemanha deverá ser menor: 2,9 por cento. Já a França deve registrar um crescimento superior à média: 3,7 por cento.

Resultado, os patrões estão confiantes, os consumidores gastam mais, e aumento o emprego.

O estudo da OCDE explica o bom desempenho pelas "reformas estruturais" com o surgimento da "nova economia". Explica também pela debilidade do euro, que estimula as exportações.

O único perigo que aponta no horizonte é o da inflação. Por isso mesmo estimula aumento das taxas de juros.

Note-se que a OCDE reúne 29 países industrializados, a grande maioria da Europa ocidental. Da América Latina o único membro da organização é o México.

Swissinfo com agências.


Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.