Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

A Eurocopa de Gökhan Inler

Inler é presença obrigatória no Udinese

O craque do Udinese é impaciente de defender as cores da Suíça durante o torneio em que um dos adversários será justamente a Turquia.

Esse jogo terá um significado particular para Gökhan Inler. Disso e das demais expectativas e fala na entrevista exclusiva a swissinfo.

Além do excelente desempenho do campeonato italiano, o meio-campista do Udinese
Oltre all'eccellente campionato che sta disputando con la maglia dell'Udinese, Gökhan Inler espera obter um bom resultado em 2008 com a seleção suíça.

swissinfo: Que representa para vocês a Europa 2008?

Gökhan Inler: Qulquer jogador quer participar de uma competição dessas; trata-se de uma ocasião única. Quem tem a oportunidade de jogar num evento assim, pode se considerar feliz e empenhar-se ao máximo por sua seleção e sua nação.

No que se refere à Suíça, a espectativa dos torcedores são altíssimas porque jogamos em casa. O apoio deles será realmente fundamental e, de nosso lado, faremos todo o possível para começar da melhor maneira possível à altura da esperança da torcida.

swissinfo: No grupo da Suíça estão República Checa, Portugal e Turquia. Como você julga eses adversários?

G.I.: É um grupo bem competitivo, mas nesse tipo de torneio todos os adversários são temíveis. Se colocamos como objetivo desejamos atingi-lo, deveremos estar em condições de jogar de igual par igual com qulquer seleção. Se especulamos sobre os adversários ou abordamos as partidas com excesso de respeito, não vale a pena entrar em campo.

Não desejamos portanto discutir se vamos ganhar ou perder das seleções que vamos enfrentar. Cada adversário será um desafio diferente porque todas as equipes são distintas. Vamos fazer o máximo para passar a primeira fase e prosseguir nosso caminho nessa competição.

swissinfo: Quarta-feira, 11 de junho, a Suíça joga contra a Turquia. Será um jogo especial para você?

G.I.: Será certamente uma partida especial para mim, que sou de uma família turca. Não conheço pessoalmente nenhum jogador da seleção tzrca e não vejo a hora de jogar contra eles: será uma aventura emocionante! Mas Abordarei esse encontro como todos os outros de minha carreira, dando tudo para obter o melhor resultado.

swissinfo: Dia 2 de setembro de 2006 você estreou na seleção Suíça. Que representou para você vestir a camisa suíça?

G.I.: A decisão de jogar pela seleção suíça foi fundamental para mim. É uma forma de gratidão: tendo recebido muito deste país, quero fazer todo o possível para recompensá-lo.

De minha parte, a maneira de manifestar esse sentimento de reconhecimento é meu trabalho como jogador, treinando seriamente e mantendo a máxima concentração em cada ocasião.

swissinfo, Andrea Clementi, Udine

Eurocopa 2008

O Euro 2008 será disputado na Suíça e na Áustria de 7 a 29 de junho. Serão 31 jogos, 15 na Suíça (6 em Basiléia 3 em Berna, Genebra e Zurique) e 16 na Áustria (final em Viena). Os adversários da Suíça na primeira fase serão: República Checa (6 de junho), Turquia (11 de junho) e Portugal (15 de junho). As três partidas da Suíça serão em Basiléia.

Aqui termina o infobox


Links

×