Navigation

A Suíça sem asas

swissinfo.ch

Os suíços despertaram atônitos na terça-feira. Com a liquidação da Swissair, em concordata, desaparece um dos autênticos símbolos nacionais, um verdadeiro mito. O fato era inimaginável meses atrás, mesmo sabendo que a situação financeira da companhia era difícil.

Este conteúdo foi publicado em 02. outubro 2001 - 15:48

O sociólogo suíço Jean-Pierre Keller, especialista da imagem, afirma que "há um buraco na paisagem", referindo-se ao fim da Swissair. Em depoimento ao jornal "Le Temps", de Genebra, Keller afirma que, guardadas as devidas proporções, a Suíça sem a Swissair é como Nova York sem as torres do World Trade Center.

Base popular

Além de ter tido um papel importante na expansão econômica do país em seus 70 anos de existência, a Swissair era motivo de orgulho e símbolo de estabilidade e orgulho para os suíços.

A prova disso é que mais de 60 mil pequenos acionistas detém 18% do capital da companhia. Vários estados e prefeituras também são acionistas e o governo federal tem 3,1% das ações.

Durante décadas, a qualidade dos serviços, a pontualidade e o "gosto do trabalho bem feito" eram marcas da Swissair, valores que os suíços sempre reivindicam como seus.

Perda de identidade

A Swissair, que tinha como símbolo a bandeira suíça, apesar de ser uma empresa privada, era vista pelos suíços como portadora dessa mensagem de qualidade pelo mundo afora. Tinham, portanto, uma relação afetiva com a companhia, muito mais complexa do que como simples passageiros.

Outras empresas nacionais sofreram transformações nos últimos anos. Os correios e telégrafos, por exemplo, foi dividido e a parte rentável das telecomunicações foi privatizada. Agências do correio estão sendo fechadas na zona rural e em bairros onde sempre estiveram presentes.

Com a concordada da Swissair, os suíços perdem um dos seus principais símbolos. "Começou a grande mutação da identidade e isso é muito inquietante", afirma o sociólogo Jean-Pierre Keller.

swissinfo com agências

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?