Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

A Suíça subterrânea A fortaleza do governo federal

A fortaleza "altamente secreta" do Conselho Federal (n.r.: o grêmio de sete ministros que governa o país) foi construída a prova de bombas em Amsteg, no cantão de Uri, durante a 2° Guerra Mundial. Principal objetivo: proteger o governo caso o país fosse invadido pelas tropas nazistas. Oficialmente ela era denominada de "Obra 1102". No recém-lançado livro "A Suíça embaixo da terra", do jornalista Jost Auf der Maur, as fortificações do governo suíços são apresentadas através de imagens e emocionantes descrições sobre a história da sua construção.

Na época existia uma verdadeira preocupação com o estado mental dos ministros, se estes fossem obrigados a se refugiar, junto com seus assistentes, nessa grande fortaleza de 3 mil metros quadrados, em caso de emergência. Porém ela não estava desprovida de conforto. Ela oferecia quartos de dormir em três classes: ministro (quartos individuais), funcionários públicos (quartos para duas pessoas) e pessoal de serviço (vários beliches). Os espaços são revestidos de madeira de abeto vermelho a um custo avaliado em 79.991,85 francos. O fornecedor do sistema de energia de emergência, a empresa Sulzer, teve até mesmo de comprometer-se a fornecer peças de reposição durante cem anos.

Hoje sabemos que os nazistas não chegaram e essa situação extrema nunca ocorreu. O antigo "bunker" do governo federal em Amsteg pertence hoje à empresa Swiss Gold Safe AG. Como o nome sugere - e o livro explica - o lugar serve como tesouro para objetos de valor, obras de arte e dinheiro. O tesouro subterrâneo não pode ser visitado.

(Fonte: Jost Auf der Maur: "A Suíça embaixo da terra" (no original: "Die Schweiz unter Tag". 144 páginas, com imagens. Editora Echtzeit-VerlagLink externo)


Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.