Navigation

ABB vai produzir energia alternativa

A maior concentração européia de moinhos de vento em Klettwitz, leste alemão Keystone Archive

ABB - Asea Brown Boveri - lança-se no mercado da energia eólica (produzida pelo vento). E já assinou 2 contratos, um com a Holanda e outro com a Suécia.

Este conteúdo foi publicado em 26. janeiro 2001 - 15:44

O projeto holandês consiste em instalação de uma turbina eólica (movida a vento), do tipo Zephyros, indica comunicado da empresa, na sexta-feira, 26/01.

Prevê-se início dos trabalhos dentro de alguns meses, no período do verão europeu, no porto de Amsterdã. E ABB deve faturar 4,3 milhões de dólares nesse projeto.

Segundo ABB, o potencial para esse gênero de instalações é de 40 a 60 por ano.

A segunda encomenda, de montante não revelado, veio da Suécia. Trata-se de aparelho conversor chamado Windformer de 3 megawatts. Será instalado no segundo semestre na região de Gotland. E segundo comunicado de ABB se trata da maior instalação eólica do mundo conectada a uma rede.

O grupo suíço-sueco espera realizar no setor de energia alternativa faturamento de 1 bilhão de dólares até 2005.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?