Navigation

Acidente deixa pelo menos 14 mortos no Gotardo

Desconhece-se ainda a causa do desastre Keystone

Uma colisão frontal entre dois caminhões, no túnel do Gotardo, principal ligação rodoviária européia Norte-Sul, deixa pelo menos 14 mortos e vários feridos. Oficiosamente já se avança a cifra de 20 vítimas.

Este conteúdo foi publicado em 24. outubro 2001 - 23:02

O acidente nesse túnel de quase 17 quilômetros, ocorreu na manhã de quarta-feira, a cerca de 1 km da saída sul, direção Itália. O choque provocou incêndio e muita fumaça. Um dos caminhões transportava pneus e lonas.

Equipe de 150 pessoas, incluindo polícia e bombeiros, assiste às pessoas que sofreram intoxicações com a fumaça. Motoristas e passageiros presos no túnel, escaparam pelas galerias paralelas de proteção. / Mas várias horas depois do desastre, os socorristas não tinham conseguido chegar ao local do acidente. Um deles avançava a cifra de 20 mortos.

Também não foi possível ainda determinar a causa do desastre que provoca engarrafamentos gigantescos. Nesse túnel de pista única circulavam diariamente quase 20 mil veículos. Com explosões que se seguiram ao acidente, parte do túnel desmoronou. O conserto pode levar semanas ou meses.

O grave acidente no túnel do Gotardo, nesta quarta-feira, lembra o drama no túnel transalpino no Mont-Blanc, em março de 1999, que deixou 39 mortos.

Naquele ano, estudo do Clube alemão do automóvel, ADAC, qualificava de boa, a segurança no Túnel do Gotardo. Mas no local acontecem em média 5 incêndios por ano. Até agora sem vítimas.

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?