Navegação

Menu Skip link

Subsites

Funcionalidade principal

Acidente no Alpes Piloto suíço desaparecido é encontrado morto

Os restos mortais do piloto da força aérea suíça foram identificados nesta quarta-feira próximos ao local do acidente, após três dias de busca. A missão de busca havia sido suspensa durante a noite por causa das condições perigosas.

A busca do piloto no desfiladeiro de Susten levou três dias, dificultada pelo mau tempo e condições perigosas

A busca do piloto no desfiladeiro de Susten levou três dias, dificultada pelo mau tempo e condições perigosas

(Keystone)

Os restos do piloto que desapareceu na segunda-feira com a queda do caça F/A-18 foram encontrados na quarta-feira de manhã nos escombros do avião e claramente identificados. O piloto da Força Aérea suíça tinha 27 anos, informou na quarta-feira o Ministério da Defesa em um breve comunicado. “O comando das forças armadas envia as suas mais profundas condolências aos familiares da vítima”, diz ainda o comunicado.

Na terça-feira, destroços do avião de combate foram encontrados nas montanhas perto do desfiladeiro de Susten. "[O local do acidente] está localizado em uma bacia profunda, com declives íngremes na geleira", explicou Felix Stoffel, da Força Aérea suíça, à imprensa na terça-feira à tarde. "Nós vimos uma rocha escura e vestígios parcialmente visíveis."

A aeronave participava de uma missão de treinamento com outro jato em uma espessa camada de nuvens. O último contato com o piloto foi às 16:05 do horário suíço na segunda-feira.

Depois de decolar do aeroporto militar de Meiringen às 16:01, o piloto respondeu a uma chamada de rádio como esperado às 16:05. No entanto, ele não conseguiu responder a uma segunda chamada. Ele e o outro piloto de um F/A-18 Hornet estavam praticando manobras de combate contra um F-5 Tiger.

A localização dos destroços

Incorporar

Mapa de localização do avião de combate suíço e imagens da área em condições de mau tempo, no primeiro dia da busca. Além de imagens de arquivo de um avião semelhante ao envolvido no acidente. (SRF/swissinfo.ch)

Acidentes com aviões de caça

Apenas no mês passado, dois caças da força aérea suíça interceptaram um avião israelense El Al perto de Schaffhausen, após uma ameaça à bomba. A força aérea suíça procura melhorar a proteção do espaço aéreo suíço. O objetivo é fornecer uma cobertura 24/7 com dois caças até 2020.

Os críticos têm questionado se o recente aumento da demanda está levando a mais acidentes. Essa é a terceira vez que a força aérea suíça perde um dos seus caças F/A 18 nos últimos três anos. Em outubro passado, um F/A-18 de dois lugares caiu na França durante um voo de treinamento, ferindo o piloto, e outro F/A-18 caiu em 2013.

Em junho, um caça F5 da Patrouille Suisse caiu na Holanda, após se chocar contra um outro caça em pleno voo. O piloto conseguiu se salvar usando o assento ejetável.

Nos últimos 20 anos, houve 12 acidentes envolvendo caças ou helicópteros da força aérea suíça, matando 21 pessoas.


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.


Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

×