Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Afegãos fogem das cidades com medo do bombardeio

Os afegãos imaginam que estarão mais protegidos nas zonas rurais do país

(swissinfo.ch)

Dezenas de milhares de pessoas deixam atualmente as grandes cidades do Afeganistão. A notícia foi confirmada pelo Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (HCR), em Genebra. A maioria foge para a zona rural mas uma parte tenta atravessar as fronteiras, já fechadas, com o Irã e o Paquistão.

A população afegã está deixando as grandes cidades como a capital Cabul, Jalalabad (leste) e Kandahar (sul), para se refugiar nas zonas rurais do país. O Alto Comissariado da ONU para os refugiados (HCR) ainda não sabe avaliar o número de pessoas mas um porta-voz afirmou, em Genebra, que "metade de Kandahar já está vazia.

Fronteiras fechadas

Embora tenha evacuado seu pessoal estrangeiro, o HCR mantém 20 funcionários afegãos no Afeganistão. Segundo eles, parte dos refugiados tenta atravessar a fronteira.

Prevendo grande afluxo de refugiados, o HCR reforçou suas equipes no Irã, Paquistão e Tadjiquistão. As fronteiras com o Irã (quase mil Km) e com o Paquistão estão fechadas mas o controle é difícil, segundo o HCR.

Por outro lado, o Ministério suíço das Relações Exteriores recomenda aos cidadãos suíços que evitem viajar para o Paquistão.

swissinfo com agências


Links

×