Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Mensagens de apoio são exibidas durante a Conferência Internacional sobre Aids, em Melbourne, Austrália, em 22 de julho de 2014

(afp_tickers)

A cidade portuária sul-africana de Durban sediará a 21ª Conferência Internacional sobre Aids em 2016, marcando um retorno do evento à África após 16 anos, informaram os organizadores nesta sexta-feira.

A Conferência Internacional sobre Aids, o encontro mais importante em nível mundial sobre a epidemia, que em 2013 matou 1,5 milhão de pessoas, reúne a cada dois anos especialistas, cientistas, políticos e ativistas.

A 20ª Conferência Internacional sobre Aids recebeu este ano em Melbourne, Austrália, cerca de 20 mil pessoas.

Em 2016, a conferência voltará a um lugar que viu "um marco" na história da Aids, afirmou Chris Beyrer, professor da Escola Johns Hopkins Bloomberg de Saúde Pública de Maryland, que copresidirá o evento.

A primeira Conferência Mundial sobre Aids celebrada na África foi realizada no ano 2000, em uma época em que centenas de milhares de africanos morriam por falta de medicamentos contra o HIV, disponíveis nos países ricos, mas fora do alcance econômico dos países pobres.

A conferência de 2016 será copresidida por Beyrer e Olive Shisana. Esta última chefia o Conselho de Pesquisas em Ciências Humanas da África do Sul (HSRC).

AFP