Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais fazem a guarda na Avenida Las Ramblas, em Barcelona, em 19 de agosto de 2017

(afp_tickers)

A última pessoa que ainda estava internada após os atentados na Catalunha, que deixaram 16 mortos em agosto, recebeu alta nesta quinta-feira (9), anunciou o governo desta região espanhola.

"O Departamento de Saúde informa que hoje recebeu alta médica no Hospital Mútua de Terrassa a última pessoa ferida que permanecia hospitalizada", devido aos atentados em Barcelona e na localidade costeira de Cambrils, respectivamente.

Os atentados, cometidos pela mesma célula islamita, deixaram, ainda, 130 feridos de mais de 30 nacionalidades diferentes.

Em 17 de agosto, um jovem marroquino invadiu com uma caminhonete as Ramblas, a avenida mais turística de Barcelona, matando 14 pessoas e em depois um motorista de quem roubou o carro em sua fuga.

Horas depois, cinco de seus cúmplices cometeram outro atentado à noite também usando um veículo para atropelar pessoas no balneário catalão de Cambrils, 120 km ao sul, causando um morto.

Os ataques, reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico, causaram a morte de 16 pessoas e mais de 120 feridos. Os seis marroquinos, que viviam na Espanha, tinham entre 17 e 24 anos, e foram mortos pela Polícia.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP