Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ministro Luís Roberto Barroso, em Brasília, no dia 31 de março de 2016

(afp_tickers)

A segurança do Supremo Tribunal Federal encontrou um microfone escondido no escritório do ministro Luís Roberto Barroso, o que será objeto de uma investigação.

O "grampo", inativo, foi encontrado há um mês durante uma revista de rotina no gabinete do magistrado, embaixo de uma de suas mesas, embora sua existência só tenha sido informada nesta terça-feira.

"Agora é tema da polícia", limitou-se a dizer um porta-voz do STF à AFP.

Barroso foi o relator do caso que definiu os passos para o julgamento político contra a presidente Dilma Rousseff, afastada do cargo para ser julgada pelo Senado por suposta maquiagem de contas públicas.

Segundo a Agência Brasil, Barroso disse que as eventuais escutas só teriam podido registrar um ambiente de bom humor e muito trabalho no escritório.

AFP