Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente americano Donald Trump durante coletiva de imprensa com o presidente finlandês Sauli Niinistö no dia 28 de agosto de 2017, em Washington, DC

(afp_tickers)

O presidente americano, Donald Trump, lamentou nesta segunda-feira as inundações que assolam o Texas, afirmando que "nunca houve nada parecido", na véspera de sua primeira visita à zona afetada pela catástrofe.

"É a maior já vista, estão dizendo que é a maior, é histórica", disse Trump, referindo-se à inundação provocada pela tempestade tropical Harvey, que se move ao longo da costa do Texas em direção à Luisiana.

O presidente tem previsto visitar o Texas na terça-feira na companhia da primeira-dama, Melania Trump, e não descartou viajar a Luisiana no sábado, dependendo de como a tempestade vai evoluir nos próximos dias.

Ele alertou que a recuperação do Texas será uma "via longa e difícil".

"Provavelmente nunca houve nada como isto", reforçou Trump.

O presidente declarou que sua equipe tem mantido contato com os líderes do Congresso para discutir como auxiliar os milhões de afetados.

"Estamos trabalhando com o Congresso", disse Trump no Salão Oval da Casa Branca, em alusão ao elevado custo de recuperação que se espera. "Queremos cuidar do povo do Texas e da Luisiana", acrescentou.

Harvey deixou debaixo d'água Houston, a quarta maior cidade dos Estados Unidos e a capital da indústria petroleira do país.

A todo momento, Trump tem tentado mostrar que comanda a situação e que não cometerá os mesmos erros de presidentes anteriores, que falharam em dar uma resposta federal adequada a situações de emergência.

"As coisas estão sendo muito bem gerenciadas, o espírito do povo é incrível e a coordenação entre os diferentes serviços, como vocês sabem, está indo muito bem", disse.

O Centro Nacional de Furacões informou que Harvey é a pior tempestade de chuva registrada até agora, com precipitações que podem superar os 120 centímetros em algumas regiões, entre elas Houston, com 2,3 milhões de habitantes, e mais de seis milhões em sua região metropolitana.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP