Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, em Assunção, no dia 14 de julho de 2016

(afp_tickers)

O secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, celebrou a assinatura, nesta segunda-feira, do acordo histórico que põe fim à guerra entre a Colômbia e a guerrilha Farc.

"Hoje é um dia que o mundo não esquecerá. O Acordo de Paz na Colômbia é um rito que todos os países do Hemisfério e do mundo aplaudem", afirmou Almagro em comunicado.

"A paz para a Colômbia é a paz para todos", disse o chefe do organismo regional, felicitando o presidente Juan Manuel Santos e os líderes das Farc "pelo empenho e a convicção de pôr fim a mais de meio século de confronto armado, através do diálogo".

"A Colômbia demonstrou que, quando o diálogo está orientado a obter resultados, as convicções são fortes e o objetivo é superior, o impossível se torna realidade", disse Almagro.

A máxima autoridade da OEA reiterou que o organismo hemisférico continuará sua assistência à Colômbia durante o pós-conflito.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP