Uma investigação judicial por "destruição involuntária" foi aberta na França após o incêndio que arrasou a catedral de Notre Dame, informou nesta segunda-feira a procuradoria de Paris.

Os investigadores privilegiam a pista de um incêndio acidental que começou no teto da catedral, onde foram realizadas obras de renovação, informou uma fonte próxima à investigação.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.