Navigation

Acidente com avião no México deixa 80 feridos sem gravidade

Um avião da Aeromexico, similar ao da imagem de novembro de 2017, caiu depois que houve um "movimento estranho" durante a decolagem afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 31. julho 2018 - 23:20
(AFP)

Um avião de passageiros se acidentou ao decolar nesta terça-feira do Aeroporto Internacional de Durango, no norte do México, deixando mais de 80 pessoas feridas, a maioria levemente, informaram fontes oficiais.

Por volta das 16H00 local, o avião se acidentou "após decolar do aeroporto de Durango com destino à Cidade do México, com 97 passageiros e 4 tripulantes a bordo", revelou Gerardo Ruiz, secretário de Comunicações e Transportes.

"Está confirmado que não há mortos no acidente do voo #AM2431", escreveu o governador do Durango, José Rosas.

Até o momento "temos informação de 85 pessoas machucadas", disse Alejandro Cardoza, porta-voz da Defesa Civil de Durango, à TV Milenio.

"Um incêndio começou após o pouso forçado realizado pelos pilotos, mas ao que parece não há pessoas com queimaduras", declarou Cardoza, acrescentando que a maioria apresenta ferimentos "muito leves, nada além de contusões, mas alguns têm lesões consideráveis".

O avião tentou decolar em meio a uma forte chuva de granizo, mas não conseguiu e fez um pouso forçado em um terreno a cerca de 10 km da pista.

Segundo passageiros, "ao decolar, o avião fez um movimento anormal e ocorreu o acidente", disse o governador de Durango, José Rosas, à TV Milenio.

O Corpo de Bombeiros, a Cruz Vermelha, Exército, Polícia e Defesa Civil foram mobilizados.

Um jornalista da AFP no local observou o avião envolto em uma nuvem de fumaça em um terreno, enquanto dezenas de passageiros abandonavam o aparelho com ferimentos leves.

"Faço votos para que a tripulação e todos os passageiros estejam bem", escreveu o presidente Enrique Peña Nieto no Twitter.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.