Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Fábrica da Honda em Pegoh, Malásia

(afp_tickers)

Duas pessoas morreram na Malásia na explosão de airbags defeituosos da fabricante japonesa Takata, anunciou a montadora Honda, o que eleva a 13 o número de vítimas fatais em todo o mundo por causa deste problema.

A primeira morte aconteceu em abril no estado de Sabah, na ilha de Bornéu, e a segunda em maio, no estado de Kedah.

"A Honda confirmou que o inflador do airbag explodiu em dois acidentes em abril e maio", afirma a Honda Malaysia em um comunicado.

"Os dois acidentes provocaram a morte trágica dos motoristas, que nos dois casos dirigiam um Honda City".

Até o momento, nem a Takata nem as montadoras conseguiram determinar as causas exatas dos acidentes, mas conseguiram identificar três problemas: uma substância química incapaz de absorver a umidade, condições climáticas extremas e uma concepção inadequada dos airbags.

AFP