Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O primeiro-ministro iraquiano, Haider Al-Abadi, em Bagdá, em 2 de abril de 2017

(afp_tickers)

A destruição da mesquita de Mossul onde Abu Bakr Al Baghdadi pronunciou seu primeiro sermão como líder do grupo Estado Islâmico constitui um reconhecimento da derrota por parte dos jihadistas, declarou nesta quarta-feira o primeiro-ministro iraquiano, Haider Al-Abadi.

"É uma declaração oficial de derrota", avaliou Al-Abadi em declaração publicada horas após a mesquita Nuri e seu icônico minarete inclinado "Hadba" serem destruídos com explosivos.

AFP