AFP

Policial no centro de migrantes de Zirndorf em 27 de julho de 2016

(afp_tickers)

A Alemanha testará um programa de reconhecimento facial neste verão (boreal) em uma estação de Berlim para utilizá-lo no futuro em investigações antiterroristas ou criminais, anunciou neste sábado o ministro do Interior, Thomas de Maizière.

"É verdade que já dispomos de videovigilância nas estações. Mas não podemos, por exemplo, colocar a foto de um terrorista em fuga em um programa para dar o alarme caso apareça em uma estação", afirmou o ministro citado no site do jornal Tagesspiegel.

O ministro conservador, próximo à canceler, Angela Merkel, espera testar um programa desse tipo na pequena estação de Südkreuz, em Berlim, com voluntários, e pretende usá-lo em outros âmbitos além da luta antiterrorista.

"Se o programa confiável, poderia ser utilizado para crimes graves em outros lugares onde haja câmeras de vigilância", acrescentou, sem dar mais detalhes.

Segundo o Tagesspiegel, a medida esbarraria em poucos obstáculos jurídicos, pois se limita a apontar contra suspeitos sem restringir suas liberdades.

AFP

 AFP