Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O segundo maior prêmio acumulado da história da loteria dos Estados Unidos, de 758,7 milhões de dólares, teve um vencedor único, de Chicopee, um pequeno povoado de Massachussets

(afp_tickers)

Uma mulher de 53 anos de Massachusetts, nos Estados Unidos, ganhou sozinha o segundo maior prêmio acumulado da história da loteria no país, de 758,7 milhões de dólares, e já deixou seu emprego em um hospital onde trabalhava há 32 anos.

Mavis Wanczyk disse que jogava na loteria como um sonho impossível, sem expectativa de largar seu trabalho no Mercy Medical Center. Nesta quinta-feira, o sonho virou realidade.

"Liguei para lá e disse que não vou voltar", disse, rindo, em uma coletiva de imprensa organizada pela loteria estadual de Massachusetts.

Questionada sobre como iria comemorar, ela brincou: "Vou me esconder na minha cama". Acompanhada da mãe e de duas irmãs, Wanczyk ainda estava atordoada pela sorte grande.

Os números ganhadores - 6, 7, 16, 23 e 26 - foram escolhidos com uma combinação de aniversários da família. Ela comprou o bilhete em uma loja de conveniência em Chicopee, a 160 quilômetros de Boston.

A lotérica Powerball disse que este é "o acumulado mais alto atribuído a um único bilhete e o maior prêmio de loteria dado a uma única pessoa". Em janeiro, foi entregue um prêmio de 1,6 bilhão de dólares, mas ele foi dividido entre três pessoas.

Agora, Wanczyk pode escolher entre receber o dinheiro em anuidades durante 30 anos ou sacar imediatamente 480,5 milhões de dólares, dependendo dos impostos estaduais.

"A primeira coisa que quero fazer é sentar e relaxar", afirmou.

A americana descobriu que tinha ganhado com um aviso de um colega, quando saíam do trabalho, depois um plantão noturno, e entrou em estado de choque.

"Não conseguia dirigir, não conseguia fazer nada", lembrou. "Ele me seguiu para confirmar que eu ia chegar a salvo em casa".

Wanczyk, que tem uma filha de 31 anos e um filho de 26, disse que estava em boa situação financeira e que ainda vai precisar pensar para decidir como gastará seus milhões - além de quitar o carro que comprou no ano passado.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP