Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Próximos vencimentos da dívida venezuelana.

(afp_tickers)

A Associação Internacional de Swaps e Derivativos (ISDA), decidiu nesta segunda-feira (13) convocar uma nova reunião nesta terça-feira para avaliar as consequências do atraso no pagamento de títulos da estatal petroleira venezuelana PDVSA.

O grupo votou nesta segunda a favor de "se reunir novamente na terça-feira 14 de novembro às 16H00 GMT (14H00 de Brasília) para continuar as discussões sobre este assunto", informou à AFP a diretora de Comunicação da ISDA, Lauren Dobbs.

Em um breve comunicado, a entidade informou que "recebeu informações suplementares nesta segunda-feira e verificou-as com as questões já existentes, sobre se ocorreu uma cessação de pagamentos com relação à PDVSA, que ainda está sendo considerada".

O comitê da ISDA, composto por 15 empresas financeiras, já tinha realizado uma reunião na sexta-feira decidir sobre o atraso nos pagamentos de 1,161 bilhões de dólares por parte da PVDSA.

O governo de Caracas garantiu que realizou os pagamentos, apesar de essa informação não ter sido confirmada pelos credores.

Neste cenário, uma decisão contrária da ISDA daria início à ativação dos Credit Default Swaps (CDS, que funcionam como seguros dos donos de bônus).

Quase 70% dos donos de títulos são americanos e canadenses. Em Caracas, o governo tinha previsto para esta segunda-feira começar um processo para restruturar sua dívida e evitar uma moratória.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP