AFP

O primeiro fóssil dessa espécie foi descoberto em 1933 e foi estudado nos anos 1950 no Museu de História Natural de Londres, mas o esqueleto estava incompleto

(afp_tickers)

Os ancestrais ​​dos dinossauros tinham quatro patas, não duas, e se pareciam com os crocodilos, revelou um estudo sobre fósseis encontrados na Tanzânia, cujas conclusões foram divulgadas na revista científica Nature.

Durante décadas, os cientistas imaginaram esses ancestrais como mini-dinossauros do tamanho de uma galinha que se moviam sobre duas patas, mas isso mudou com a descoberta de um Teleocrater rhadinus, um carnívoro parecido com um crocodilo, de 2 a 3 metros de comprimento, com um pescoço longo e quatro patas.

O primeiro fóssil dessa espécie foi descoberto em 1933 e foi estudado nos anos 1950 no Museu de História Natural de Londres, mas o esqueleto estava incompleto.

Os novos exemplares encontrados no sul da Tanzânia permitiram identificar o Teleocrater como "o elo perdido entre os dinossauros e o ancestral comum que eles compartilham com os crocodilos", explicou Ken Angielczyk, do Museu Field de Chicago, um dos autores do estudo.

"Surpreendentemente, os ancestrais dos dinossauros não se pareciam com eles", acrescentou Angielczyk. "O Teleocrater parece um crocodilo e isso nos obriga a rever completamente tudo o que pensávamos da evolução" dos dinossauros, explicou.

O Teleocrater viveu há mais de 245 milhões de anos, no período Triássico.

AFP

 AFP