AFP

Oficiais portugueses da Frontex patrulham a localidade de Skala Sykamias, no norte da ilha grega de Lesbos, em 28 de março de 2017

(afp_tickers)

Ao menos 16 pessoas, incluindo duas crianças, morreram afogadas nesta segunda-feira no naufrágio de um navio carregado de migrantes diante da costa da ilha grega de Lesbos, no leste do mar Egeu, indicou a polícia portuária grega.

Os corpos das vítimas, oito homens, seis mulheres e duas crianças, foram recuperados por patrulhas gregas e da Frontex, a agência europeia de fronteiras, em águas gregas, e também pela guarda-costeira turca, disse uma porta-voz da polícia portuária.

Duas mulheres, uma delas grávida, foram resgatadas. "Segundo a mulher grávida, 25 pessoas estavam a bordo", indicou a porta-voz.

O barco, que naufragou por causas desconhecidas diante de Lesbos, aparentemente procedia da costa turca.

Onze migrantes sírios morreram na mesma zona no dia 24 de março, segundo a guarda-costeira turca. Nove passageiros do mesmo barco puderam ser resgatados.

Mais de mil migrantes perderam a vida no mar Egeu em 2015 e 2016, embora o número de mortes tenha diminuído desde que foi selado o pacto entre Turquia e UE em março de 2016, que reduziu o número de travessias de migrantes pelo mar Egeu.

AFP

 AFP