Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Manifestantes balançam bandeira da Catalunha durante protesto em Barcelona, em 2 de outubro de 2017

(afp_tickers)

Os dois principais bancos catalães, Caixa Bank e Banco Sabadell, tiveram forte queda na manhã desta segunda-feira (2) na bolsa de Madri, no dia seguinte ao referendo de independência proibido na Catalunha.

Às 11H05 locais, as ações do Caixa Bank recuavam 3,42%, a 4,10 euros, e as do Banco Sabadell, 4,70%, a 1,68 euro, dentro do índice Ibex 35, que também caía 1,13%.

Os demais bancos espanhóis também tinham queda, mas menos abrupta. O Santander perdia 1,95%, a 5,79 euros, e o BBVA, 1,79%, a 7,43 euros.

Segundo o Executivo catalão, o sim a um "Estado independente em forma de república" ganhou com 90% - 2,02 milhões de votos -, e uma taxa de participação de 42,3%.

O presidente regional, Carles Puigdemont, garantiu que, com isso, os catalães "ganharam o direito e ter um Estado independente" da Espanha.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP