Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ilustração divulgada em 9 de julho de 2014 mostra LightSail (veleiro leve, em inglês), da Planetary Society, que parece um cubo e será levado ao espaço com a ajuda de um foguete Falcon Heavy, da empresa SpaceX

(afp_tickers)

Um pequeno aparelho espacial de 30 centímetros movido apenas a energia solar será lançado em 2016, anunciou nesta quarta-feira a empresa americana que o fabricou.

O LightSail (veleiro leve, em inglês), da Planetary Society, parece um cubo e será levado ao espaço com a ajuda de um foguete Falcon Heavy, da empresa SpaceX.

Depois do lançamento, o LightSail poderá viajar pelo espaço somente com energia solar captada por suas velas sobre uma superfície total de 32 metros quadrados.

O projeto é financiado por fundos privados e membros da Planetary Society, um organismo de promoção da exploração espacial, cofundado pelo famoso astrônomo Carl Sagan em 1980.

O LightSail deve ir além da órbita terrestre baixa, onde está a Estação Espacial Internacional (ISS), para chegar à órbita terrestre mediana, mais distante.

"As asas solares nos darão acesso a dados científicos cruciais sobre a Terra", declarou Jennifer Vaughn, encarregada da Planetary Society.

Segundo o seu presidente, Bill Nye, no ano que vem será feito um voo de teste com um foguete menor e numa órbita mais baixa.

A agência espacial americana (Nasa) lançará sua própria vela solar, a Sunjammer, perto do fim do ano.

AFP