AFP

A Arábia Saudita fechou nesta segunda-feira o escritório da rede de TV Al-Jazeera, horas após o reino e quatro de seus aliados romperem relações com o Catar

(afp_tickers)

A Arábia Saudita fechou nesta segunda-feira o escritório da rede de TV Al-Jazeera no país, horas após o reino e quatro de seus aliados romperem relações com o Catar, informou a agência oficial de notícias SPA.

"O ministério da Informação fechou os escritórios do canal Al Jazeera e retirou sua licença", indicou a SPA.

A emissora Al Jazeera, fundada há mais de 20 anos pelo governo do Catar, tem 80 escritórios em todo o mundo e emite notícias em vários idiomas. Ela foi considerada o eco dos movimentos da Primavera Árabe.

Mas seus críticos consideram a sua linha editorial muito favorável aos islamitas e a veem como um instrumento a favor da diplomacia do Catar.

Além disso, a rede catari beIN Sports já não está mais disponível nos Emirados Árabes Unidos, indicou um agente da companhia de telecomunicações DU.

"Recebemos um grande número de telefonemas sobre o assunto", disse à AFP um representante da DU, confirmando a inacessibilidade da beIN Sport, incapazes de explicar a situação.

Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Iêmen e Egito romperam nesta segunda-feira a relações com o Catar, acusado de "apoiar o terrorismo".

AFP

 AFP