AFP

(Arquivo) O mediador judicial entre Argentina e credores, Daniel Pollack, participa de uma coletiva de imprensa, em Nova York, no dia 29 de fevereiro de 2016

(afp_tickers)

O governo argentino chegou a um novo acordo com credores de sua dívida em default por 162,75 milhões de dólares, elevando a aproximadamente 98% todos os litígios resolvidos, informou nesta quarta-feira o mediador judicial Daniel Pollack.

"Estou extremamente satisfeito de anunciar que a República Argentina chegou ontem à noite (terça-feira) a um acordo por 162,75 milhões de dólares em um litígio de 10 anos com vários grandes fundos de investimentos conhecidos como Entidades HWB baseados em Luxemburgo e nas Ilhas Virgens", disse Pollack, designado pelo juiz federal americano Thomas Griesa, em um comunicado enviado à AFP.

O Entidades HWB é integrado em sua maioria pelos fundos WB Victoria Strategies Portfolio, HWB Funds e U.V.A. Vaduz, assim como investidores individuais nos fundos, em sua maioria alemães.

"É minha esperança que as poucas demandas de 'holdouts' restantes sejam resolvidas nos próximos seis a 12 meses", indicou Pollack.

AFP

 AFP