Navigation

Argentina registra recorde diário de mortos por coronavírus

(Abril) Covas são preparadas para enterro de vítimas da Covid-19, em cemitério de Córdoba, Argentina afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 25. agosto 2020 - 00:38
(AFP)

A Argentina somou nesta segunda-feira 7.366 mil mortos pelo novo coronavírus e bateu o recorde diário de óbitos no país, chegando a 381, anunciou o Ministério da Saúde. O número de infectados é de 350.854 desde março.

Com cerca de 14 milhões de habitantes, a região metropolitana de Buenos Aires concentra 90% dos casos do país, de 44 milhões de habitantes.

O aumento dos casos na região metropolitana levou o governo a frear, no fim de julho, a flexibilização progressiva do confinamento em vigor desde 20 de março. No restante do território argentino, a quarentena é mais flexível e acompanha a evolução do número de casos.

"A Argentina registrou uma média diária de 6.034 casos nas últimas semanas", informou a secretária de Acesso à Saúde, Carla Viccotti. Apesar dos números altos, milhares de pessoas manifestaram-se na semana passada contra a prorrogação do confinamento, um protesto incentivado pela oposição ao governo de Alberto Fernández.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.