Navigation

Argentina renova oferta e estende prazo para troca de dívida até o final de agosto

O presidente da Argentina, Alberto Fernandez afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 05. julho 2020 - 16:02
(AFP)

O governo argentino anunciará neste domingo (5) uma melhora da oferta aos credores de sua dívida em dólares por cerca de US$ 66 bilhões e prorrogará a negociação até o final de agosto, anunciou o presidente argentino, Alberto Fernández.

"A nova oferta será anunciada hoje (domingo). Estará aberta até o final de agosto. É um esforço enorme o que estamos fazendo. É o máximo esforço que podemos fazer", declarou Fernández à rádio Milenium.

O vencimento das negociações com os credores iniciadas em 20 de abril estava previsto para 24 de julho. No entanto, o governo voltou a estender o prazo até 28 de agosto em busca de um acordo de troca de títulos por cerca de US$ 66 bilhões emitidos por lei estrangeira.

A proposta deve primeiro ser publicada no Diário Oficial e depois apresentada à SEC (Comissão de Valores) em Nova York.

Uma fonte governamental disse à AFP que a nova proposta de reestructuração "é de cerca de US$ 53" por cada placa de US$ 100. A primeira oferta foi da ordem dos US$ 39 por cupom de US$ 100 e foi rejeitada pela maioria dos credores.

Segundo Fernández, as negociações "estão bem encaminhadas" e expressou seu desejo de que "terminem bem".

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.