Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Logo da Copa do Mundo Fifa 2018 em Moscou, na Rússia, em 6 de junho de 2018

(afp_tickers)

A seguir notícias curiosas ou divertidas registradas pela AFP no decorrer da Copa do Mundo da Rússia-2018.

- Narcos

Uma escalação da seleção colombiana com os principais narcotraficantes do país gerou indignação. A revista espanhola Panenka, como parte de seu guia para a Copa do Mundo, montou os times titulares das 32 seleções seguindo características de cada país.

Enquanto os japoneses eram liderados pelos personagens de desenho animado Gokú e Majin Boo, os colombianos contavam com Pablo Escobar, Carlos Ladera, Gilbert Rodríguez Orejuela e Gonzales Rodríguez Gacha em sua equipe.

A escalação gerou críticas nas redes sociais e obrigou uma retratação da publicação: "sempre quisemos tratar o país com carinho e respeito", escreveu Termitero, lembrando o especial da Copa do Mundo do Brasil-2014 que continha uma equipe colombiana formada pelos personagens dos livros de Gabriel García Márquez.

- Touro celeste

Como uma epidemia, a febre da Copa do Mundo contagiou o Uruguai. O símbolo da cidade de Paso de los Toros, 260 km ao norte de Montevidéu, amanheceu pintado com as cores da Celeste. "Trata-se de uma transformação provisória enquanto durar a atuação celeste na Copa", esclareceram as autoridades locais.

A paixão dos uruguaios pelo futebol, e em particular por sua seleção, não tem limites: a enorme réplica de "Davi", de Michelangelo, exibe a camisa Celeste em plena esplanada da prefeitura de Montevidéu. O monumento inaugurado em 1931 sofreu uma intervenção artística e agora é mais um torcedor da equipe de Oscar Tabárez.

- As paredes têm ouvidos

William Evanina, funcionário do alto escalão do serviço de inteligência dos Estados Unidos, alertou sobre a possibilidade de aparelhos eletrônicos servirem como ciberespiões à serviço do Kremlin.

Por isso, pediu que as pessoas que viajarem à Rússia tenham cuidado com as informações que compartilharem. Retirar a bateria de um celular fora de uso está entre as precauções aconselhadas.

- Nove décadas

Theuley-lès-Lavoncourt, no leste francês e próximo à fronteira com Suíça e Alemanha, é conhecida por ser a cidade de nascimento de Jules Rimet, considerado inventor da Copa do Mundo.

Na quarta-feira, o local inaugurou uma placa em memória ao filho mais ilustre, comemorando "90 anos da criação da Copa do Mundo de futebol por Jules Rimet e os 20 anos do título da França na competição".

- Excesso de bagagem

Na primeira participação em Copas do Mundo, o Panamá não quis esquecer nada e enviou para a Rússia um contêiner com 8 toneladas de material, tanto esportivo quanto de alimentação

O envio do contêiner custou entre 25 e 30 mil dólares, segundo estimativa do responsável de logística da seleção, Eduardo Vaccaro.

- O selo de Lewandowski

Durante a Copa do Mundo, a Polônia colocou a disposição selos com o rosto de Robert Lewandowski. Com isso, os Correios do país fazem uma homenagem ao principal jogador da equipe nacional. São cinco milhões de exemplares com a imagem do artilheiro e a inscrição RL9 (Robert Lewandowski, número 9) pelo valor de seis zlotys (1,4 euros).

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP