Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Pais de cerca de mil alunos do centro tentaram invadir a área de uma escola particular da rede Ryan International em Gurgaon, periferia de Nova Délhi, após a descoberta do corpo do pequeno Pradyuman Thakur em um banheiro do local

(afp_tickers)

Parentes enfurecidos enfrentaram neste sábado agentes da polícia em uma escola próxima a Nova Délhi, após a prisão de um funcionário do local por ter degolado um menino de 7 anos que resistiu a uma agressão sexual.

Pais de cerca de mil alunos do centro tentaram invadir a área de uma escola particular da rede Ryan International em Gurgaon, periferia de Nova Délhi, após a descoberta do corpo do pequeno Pradyuman Thakur em um banheiro do local.

O menino foi atacado com uma faca após resistir a uma agressão sexual em um dos banheiros, segundo a polícia. O funcionário da escola foi preso por assassinato.

"O acusado confessou o crime em um interrogatório", informou à AFP Simardeep Singh, subdelegado em Gurgaon. O menino resistiu e o agressor o matou para encobrir o crime, assinalou.

Os parentes, que exigiam hoje a prisão dos responsáveis pela escola, enfrentaram centenas de policiais do batalhão de choque que cercavam o centro de ensino.

Centenas de pais se concentraram ontem na escola, onde destruíram cadeiras e armários.

O diretor foi suspenso e autoridades abriram uma investigação sobre a segurança no local.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP