Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A astronauta da Nasa Peggy Whitson na Estação Espacial Internacional, em uma foto sem data, distribuída em 24 de abril de 2017

(afp_tickers)

A astronauta da Nasa Peggy Whitson voltará à Terra neste sábado após concluir uma missão de 288 dias no espaço, com a qual bateu um recorde como a americana com mais tempo acumulado fora do planeta.

Whitson, de 57 anos, foi a primeira mulher a comandar a Estação Espacial Internacional e é a astronauta mulher com mais caminhadas espaciais, entre outros recordes.

A bioquímica completa uma missão na Estação Espacial que começou em novembro de 2016, na que percorreu 196,7 milhões de quilômetros e realizou 4.623 órbitas em volta da Terra.

Estava previsto que Whitson e seus colegas tripulantes, Jack Fischer da NASA e Fyodor Yurchikhin de da agência espacial russa Roscosmos, aterrissassem no Cazaquistão à 01H22 GMT de domingo (22H22 de sábado em Brasília) a bordo de uma nave Soyuz MS-04.

Após seu retorno, Whitson terá acumulado 665 dias no espaço ao longo da sua carreira, mais do que qualquer outro astronauta em seu país.

Em sua missão mais recente, Whitson realizou experimentos com células-tronco humanas e amostras de sangue e cultivou couve-chinesa, segundo mostrou em sua página de Facebook.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP