Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Março) Padalka participa de um treinamento na Rússia

(afp_tickers)

O astronauta russo Guennadi Padalka, comandante da Estação Espacial Internacional (ISS), tornou-se o homem que mais tempo passou no espaço, com um total de 803 dias, informou à AFP a agência espacial russa.

"O recorde é oficial", afirmou o porta-voz da Roskosmos.

Padalka, de 57 anos, realiza sua quinta missão no espaço, e bateu na segunda-feira o recorde pertencente a outro astronauta russo, Serguei Krikalev, de acordo com a imprensa local.

Em sua volta para Terra, prevista para 11 de setembro, Padalka terá passado mais de 877 dias no espaço, ou seja, dois anos e quatro meses.

Em 1998, Padalka passou 199 dias na estação russa Mir. Em 2004, 2009 e 2012 ficou na Estação Internacional e, em março passado, voltou à ISS na companhia do astronauta russo Mikhail Kornienko e do americano Scott Kelly.

Krikalev, que detinha o recorde até agora foi apelidado de "o último cidadão da URSS" porque voltou à Terra em dezembro de 1991, depois da queda da União Soviética.

AFP