Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldado egípcio na fronteira com Israel, em Rafah, em 19 de julho de 2014.

(afp_tickers)

Um ataque com morteiro contra sua casa matou neste sábado quatro crianças na península do Sinai, no leste do Egito, em uma aparente operação dos insurgentes contra soldados no setor, indicaram autoridades dos serviços de segurança.

O ataque ocorreu na cidade de El-Khoura, no norte do Sinai, considerado um reduto de islamitas extremistas, que mataram centenas de membros das forças de ordem no ano passado.

A mesma fonte afirmou que outras quatro pessoas ficaram feridas.

Os combatentes islamitas atacam as forças de segurança egípcias desde a deposição e detenção do presidente islamita Mohamed Mursi, em julho de 2013.

Desde esta data, a repressão do exército contra os militantes islamitas deixou ao menos 1.400 mortos.

AFP