Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Captura de tela mostra oficiais de polícia e soldado olhando para homem no chão, no centro de Bruxelas, em 25 de agosto de 2017

(afp_tickers)

A agressão a faca cometida na noite desta sexta-feira (25) no centro de Bruxelas contra dois militares é considerada um "ataque terrorista" - informou o Ministério Público belga à AFP.

"Nós pensamos que se trata de um ataque terrorista", informou um porta-voz do MP.

O atacante, contra o qual os soldados responderam com armas de fogo, "está morto", acrescentou a fonte.

O homem "gritou duas vezes 'Alá é grande', atacando os militares", afirmou.

Apenas um dos dois militares atacados ficou ferido, "levemente", segundo o Ministério Público, que abriu uma investigação por "tentativa de assassinato em um contexto terrorista".

O ataque aconteceu pouco depois das 20h (15h, de Brasília) em uma avenida em pleno centro de Bruxelas, perto da Grand Place da capital.

Um grande efetivo policial foi mobilizado para isolar o perímetro, proibindo o acesso a uma grande área.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP