Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Criança ferida em bombardeio aéreo do regime sírio é atendida em hospital em Duma

(afp_tickers)

Pelo menos 32 pessoas morreram neste domingo em bombardeios da aviação síria contra duas cidades próximas a Damasco dominadas pelos rebeldes, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

"Dezessete pessoas, entre as quais uma mulher e uma criança, morreram como consequência de ataques de aviões de combate do regime sobre a cidade de Duma (nordeste de Damasco) e outras 15, entre elas, uma mulher e uma criança, em um bombardeio sobre Kfarbatna (leste da capital)", declarou à AFP o diretor da OSDH, Rami Abdel Rahman.

Duma e Kfarbatna estão localizadas na região de Ghuta oriental - leste da província de Damasco -, um reduto dos rebeldes que o regime de Bashar al Assad tenta reconquistar.

A cidade de Duma está sitiada pelo exército sírio há mais de um ano e nas últimas semanas foi bombardeada várias vezes pelas forças do regime.

A guerra na Síria causou mais 170.000 mortos em três anos, segundo estimativas, e forçou a migração de aproximadamente metade da população.

AFP