Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Local da explosão de um carro-bomba, no dia 30 de julho em Mogadíscio

(afp_tickers)

Ao menos cinco pessoas morreram e 10 ficaram feridas na explosão de um carro-bomba neste domingo na principal avenida de Mogadíscio, anunciou o ministério da Segurança da Somália.

A explosão aconteceu diante de várias lojas na rua Maka Al-Mukarama, a avenida de maior trânsito na capital somali e que leva ao palácio presidencial, afirmou o porta-voz do ministério, Ahmed Mohamud.

Os explosivos foram acionados à distância, de acordo com testemunhas.

O ataque não foi reivindicado, mas os extremistas Al-Shabab, ligados à Al-Qaeda, já executaram ações similares em Mogadíscio.

O grupo Al-Shabab prometeu derrubar o frágil governo central somali, apoiado pela comunidade internacional e pelos 22.000 homens da força da União Africana na Somália (AMISOM).

Os extremistas foram expulsos de Mogadíscio em agosto de 2011 e depois perderam a maior parte de seus redutos, mas continuam controlando amplas zonas rurais, a partir das quais executam operações de guerrilha e atentados suicidas, geralmente na capital ou contra bases militares somalis ou estrangeiras.

AFP