Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ao menos 22 pessoas morreram nesta sexta-feira na explosão de um carro-bomba em frente a uma mesquita da província de Deraa (sul), enquanto em Aleppo (norte), dez outras pessoas morreram por barris de explosivos lançados por helicópteros, segundo uma ONG

(afp_tickers)

Ao menos 22 pessoas morreram nesta sexta-feira na explosão de um carro-bomba em frente a uma mesquita da província de Deraa (sul), enquanto em Aleppo (norte), dez outras pessoas morreram por barris de explosivos lançados por helicópteros, segundo uma ONG.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) indicou que o número de mortos pode subir em Namar, uma cidade controlada pelos rebeldes, porque o carro-bomba causou muitos ferimentos graves. Entre os 22 mortos estão uma mulher e uma criança.

No norte da Síria, os helicópteros lançaram barris explosivos nos bairros de Bab al-Nairab e em Salahine.

Ao norte de Aleppo, o OSDH afirmou que os jihadistas do Estado Islâmico (EI) continuam a avançar, tomando a cidade de Baghaydin, perto da fronteira com a Turquia.

Na quarta-feira, o EI tomou oito aldeias entre Aleppo e a fronteira após intensos combates com os rebeldes sírios.

AFP