Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um ataque com carro-bomba deixou mortos e feridos em uma aglomeração no norte do Iraque

(afp_tickers)

Um ataque com carro-bomba deixou mortos e feridos nesta quarta-feira (6) em uma aglomeração no norte do Iraque, onde há 30 anos vivem curdos da Turquia, informou um membro do movimento separatista curdo-turco PKK.

"Um suicida explodiu um carro-bomba contra um posto de segurança na entrada de um campo causando mortos e feridos", declarou este membro do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), considerado por Ancara como uma organização "terrorista".

Por sua vez, uma autoridade da União Patriótica do Curdistão (PUK), partido curdo iraquiano, Rachad Kilali, disse que "o carro-bomba explodiu por volta das 19H30 (14H30 de Brasília) no campo Chahid Rustom, 2 km a leste da cidade de Makhmur", na província de Nínive.

Este campo, que se tornou uma aglomeração ao longo dos anos, abriga cerca de 2.700 famílias, ou 12.500 pessoas do sudeste da Turquia, que são partidários do PKK, acrescentou.

A região de Makhmur é uma zona disputada entre o poder de Bagdá e a região autônoma do Curdistão iraquiano.

O PKK mantém posições no norte do Iraque que são alvo de bombardeios da aviação turca.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP