Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imagem de satélite do furacão Irma, no dia 4 de setembro de 2017

(afp_tickers)

O furacão Maria deixou 43 mortos em Porto Rico, informou nesta terça-feira o governo da ilha, acrescentando que três semanas depois da passagem do ciclone, 16% das pessoas recuperaram a energia elétrica.

"O número de mortes relacionadas direta ou indiretamente à passagem do furacão Maria pela ilha aumentou para 43", escreveu em um comunicado o gabinete do governador, Ricardo Rosselló.

Rosselló havia informado 34 mortos na semana passada, depois que o presidente americano, Donald Trump, visitou a ilha e elogiou o governador por poucas pessoas terem morrido em comparação a outros desastres.

A Autoridade de Energia Elétrica (AEE) informou que, depois de serem atingidos em 20 de setembro pelo Maria, 16% dos usuários recuperaram a energia elétrica.

Porto Rico, um território americano associado de 3,4 milhões de habitantes, ficou completamente sem eletricidade e telecomunicações após a passagem do ciclone, que deixou povoados inteiros arrasados e florestas devastadas.

"Espera-se que nos próximos dias tenhamos muito mais recursos, tanto de equipe como de pessoas para restabelecer o sistema de energia elétrica em Porto Rico o mais rápido possível", disse o secretário de Assuntos Públicos e Política Pública, Ramón Rosario, no comunicado do governo.

Também explicou ter solicitado 115 milhões de dólares em materiais, entre os quais incluem 50.000 postes e 10.458 quilômetros de cabeamento para a transmissão e distribuição de energia.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP