Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Trabalhadores da saúde são vistos em postos de tratamento do Ebola, em Conacri, Guiné, no dia 2 de maio de 2015

(afp_tickers)

O número de novos casos de vírus Ebola tem aumentado na Guiné e em Serra Leoa pela segunda semana consecutiva, anunciou nesta quarta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Durante a primeira semana de junho, foram diagnosticados 16 novos casos na Guiné, enquanto em Serra Leoa foram diagnosticados 15 novos casos, disse a OMS em seu relatório semanal.

Esta é a segunda semana consecutiva de aumento nestes dois países. Durante a última semana de maio, houve 13 novos casos na Guiné, contra nove da semana anterior. Em Serra Leoa, houve 12 novos casos contra três na semana anterior.

Não apenas os casos têm aumentado, mas as áreas geográficas relevantes têm se expandido na Guiné, afetando em particular novamente a capital, Conacri. A doença também reapareceu no distrito de Kindia (leste de Conacri).

Havia 869 profissionais de saúde afetados pelo vírus em Serra Leoa, Guiné e Libéria, dos quais 507 morreram desde o início da epidemia há 18 meses, a OMS acrescentou.

ao todo, a organização registrou 27.237 casos de Ebola, incluindo 11 158 mortes. A epidemia tem afetado principalmente a Guiné, Serra Leoa e Libéria, oficialmente livre do vírus desde 9 de maio.

AFP