Navigation

Aumento de casos de coronavírus deixa Hong Kong em situação crítica

Passageiros usam máscara no metrô de Hong Kong afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 19. julho 2020 - 08:32
(AFP)

Autoridades de Hong Kong advertiram neste domingo que o novo coronavírus se propaga pelo território e a situação foge do controle, com mais de 100 novos casos registrados nas últimas 24 horas.

"Considero a situação realmente crítica e não há sinais de que será controlada", disse à imprensa a chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, pedindo que a população do território reforce as medidas de distanciamento.

A região de Hong Kong foi uma das primeiras a serem afetadas pela pandemia, que teve início no centro da China. Inicialmente, o território teve bons resultados na luta contra a Covid-19, ao ponto em que, no mês passado, quase não havia infecções locais.

O número de casos voltou a aumentar nas últimas semanas e os médicos ainda não identificaram as redes de transmissão no território, densamente povoado, de 7,5 milhões de habitantes.

Carrie Lam anunciou neste domingo que mais de 500 novos casos foram registrados nas últimas duas semanas. Apenas hoje, foram contabilizados 108, uma cifra recorde, que eleva o total no território a 1.886 casos, com 12 mortos.

Autoridades ordenaram na semana passada novas medidas de distanciamento social, entre elas o fechamento de academias e casas noturnas, e impuseram o uso de máscara nos transportes públicos.

Carrie Lam anunciou hoje novas medidas, entre elas um projeto para tornar obrigatório o uso de máscara em espaços públicos fechados e a obrigação do trabalho remoto para funcionários públicos que exercem atividades não-essenciais.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.