Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Premiê australiano Tony Abbott discursa durante cerimônia em memória das vítimas do voo da Malaysia Airlines em 7 de agosto de 2014

(afp_tickers)

A Austrália poderá ajudar os Estados Unidos na distribuição aérea de água e alimentos aos civis ameaçados pelos jihadistas no norte do Iraque, indicou neste sábado o primeiro-ministro Tony Abbott.

"Estamos falando com os americanos sobre uma possível participação australiana nesses lançamentos humanitários", afirmou.Aviões militares americanos jogaram contêineres com água e alimentos para os civis que fogem da violência jihadista no Iraque, segundo anunciou o Pentágono.

Acompanhados de dois caças F/A-18, três aviões cargueiros lançaram os suprimentos, dirigidos a "milhares de cidadãos iraquianos ameaçados pelo Estado Islâmico, no Monte Sinjar, no Iraque", acrescentou o Pentágono.

Juntos, os aviões de cargos - um C-17 e dois C-130 - jogaram 72 pacotes de suprimentos, que incluem 28.224 refeições embaladas individualmente, e outros 16 de água, contendo 1.522 de água fresca potável.

AFP