Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldados patrulham a estação central de Bruxelas

(afp_tickers)

Autoridades belgas encontraram indícios de que o autor do ataque à Estação Central de Bruxelas, na noite desta terça-feira, era simpático ao grupo radical Estado Islâmico (EI), informou a polícia.

"Há indícios de o suspeito tinha simpatia pela organização terrorista EI", indicou o porta-voz da polícia nacional belga, Eric Van Der Spyt, em um comunicado.

Os investigadores ainda encontraram material usado em explosivos na casa do suspeito.

O autor do ataque, um marroquino de 36 anos identificado pelas iniciais O.Z., foi baleado na cabeça por um soldado na Estação Central, depois de tentar detonar uma bomba feita de pregos.

"Os resultados preliminares dos registros realizados na residência do suspeito O.Z. em Sint-Jans-Molenbeek indicam que ele provavelmente fabricou a bomba lá", explicou o comunicado de Van Der Sypt.

"Foram encontradas substâncias químicas e materiais que poderiam ter sido usados para fabricar explosivos", concluiu.

AFP