Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O general Alberto Mejía

(afp_tickers)

As autoridades da Colômbia investigam se um dos chefes do narcotráfico mais procurados do país, Víctor Navarro, conhecido como "Megateo", morreu em uma operação militar na região de Catatumbo (leste), fronteiriça com a Venezuela, informou o exército neste domingo.

"Em desenvolvimento operação em #Catatumbo contra 'Megateo'. Permanecemos atentos confirmação na área dos resultados", escreveu em sua conta no Twitter o comandante do Exército da Colômbia, Alberto Mejía.

Segundo a imprensa local, na zona era realizada há dias uma grande operação militar e policial para encontrar Navarro, que pode ter morrido na operação.

"Megateo" é líder de um reduto da guerrilha Exército Popular de Libertação (EPL), que se desmobilizou majoritariamente nos anos 1990, e também é um dos narcotraficantes mais procurados da Colômbia, onde em 2012 as autoridades ofereceram uma recompensa de 700.000 dólares por informação que levasse a sua captura.

Navarro, de 39 anos, também é procurado pelas autoridades dos Estados Unidos, onde o Departamento de Estado oferece por ele uma recompensa de até cinco milhões de dólares.

Segundo a ficha de Navarro no Departamento de Estado, sua organização criminal "cultiva coca, opera laboratórios de produção de cocaína e envia toneladas de cocaína a Estados Unidos, Canadá, República Dominicana e Europa".

"Além de tráfico de drogas, Navarro e sua organização operam uma vasta rede de lavagem de dinheiro responsável por mover milhões de dólares na Colômbia", afirma o organismo americano.

AFP