Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Túnel que ligava a localidade californianda de Otay Mesa com a cidade mexicana de Tijuana, no dia 20 de abril de 2016

(afp_tickers)

Autoridades encontraram um túnel clandestino com mais de 30 metros de extensão que ia de Sonora, noroeste do México, ao Arizona, nos Estados Unidos, informou neste domingo a mexicana Comissão Nacional de Segurança (CNS).

Ao efetuar patrulhas de vigilância dentro da rede de drenagem pluvial na cerca que divide os dois países, os policiais mexicanos encontraram terra solta em um ponto "onde se detectaram na parede de concreto restos com textura diferente", informou a instituição em um comunicado.

Ao manipular estes materiais, os agentes descobriram a entrada de "uma escavação clandestina com diâmetro de entrada de 51 cm x 51 cm e uma extensão aproximada de 31,5 metros, dos quais quase 1,5 metro estava em território nacional e mais de 30 metros no lado americano", em direção a um terreno abandonado de Nogales, Arizona.

A metade do túnel estava sustentada por vigas de madeira e o restante tinha terra e rochas "em aparente processo de construção, sem chegar a uma saída na superfície", acrescentou a CNS.

Periodicamente, as autoridades dos dois países descobrem este tipo de túneis clandestinos pelos quais se trafica drogas e em alguns casos, imigrantes ilegais.

Em abril deste ano, autoridades americanas descobriram o túnel mais longo já encontrado, por onde se traficava droga procedente do México.

A via subterrânea, com 800 metros de comprimento, ligava a cidade californiana de Otay Mesa, perto de San Diego, à cidade mexicana de Tijuana, no estado de Baja California.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP